Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

Oi, meu nome é Daniela Karg, bem vindos ao meu blog!

Reunindo minhas linguagens, que transitam pela moda, maquiagem, teatro, fotografia, dança e artes visuais, criei a Alma de Boneca!

Confecciono bonecas, acessórios e fantasias exclusivas, combinando minhas técnicas e elementos vindos de histórias (contadas por quem as encomenda e minha imaginação).

Conheça meu trabalho e fique à vontade, entre contos, sonhos e poesias que costuro em minha ALMA!

APRECIADORES

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Renascimentos

Nem sei exatamente como começar, mas sei que a historia dessa postagem começou há muito tempo, mesmo antes de eu pensar em ter um blog!
Nem pensei que um dia eu iria contar sobre como realizei esse sonho aqui, posso dizer que essa é uma das conquistas mais importantes dos últimos anos em termos de estudo, a pedra fundamental do que hoje eu chamo de Alma de Boneca.
O ano era 2006 e eu passava por digamos, certas dificuldades. Essa frase removeu um extenso parágrafo de histórias tristes que não valem a pena ser retomadas, chega de mimimis (risos)!
Como uma das alternativas para os meus sonhos naquela época, eu quis do fundo do coração, fazer bonecas.
Sabia que minha hipótese era vaga demais, ou direta demais a quem ouviu meus planos, pois eu não pensei fazer bonecas comuns, queria fazer bonecas "reborns".
Assim que vi uma matéria sobre uma artista de São Paulo que fazia bebês, fiquei encantada com tanta delicadeza. Ao vê-la falando sobre os concursos de níveis de realismo que ela participava no exterior, já sabia que seria bem difícil investir nessa área e encontrar pessoas que me ensinassem lá em Porto Alegre. Na época, não era um trabalho comum e poucas pessoas no Brasil dominavam essa técnica, que hoje já se popularizou. Tudo que eu tinha acesso eram sites de kits para fazer os bonecos, muito caros e sem nenhuma instrução.
Poucos anos depois, quando finalmente comecei a fazer bonecas, encontrei nos tecidos a solução e a identificação que precisava, depois de quebrar a cabeça tentando descobrir formas de fazer moldes com materiais mais resistentes e já ter adormecido minha procura pelos "renascidos".
Hoje descubro muitas possibilidades de criação para minhas bonecas de tecido. São materiais e maneiras de executar trabalhos que agregam valor a elas e conhecimento em minhas pesquisas. Para entender o meu trabalho, busco sempre conhecer outros meios e outros artistas que dominam suas técnicas. São pequenos conhecimentos que valem ouro na minha caminhada de costuras, desenhos, produções, atuação, cantorias e tantas outras peculiaridades!

E foi no ano passado que, procurando trabalhos realistas na web, já com o olhar cansado de ver resultados contrários ao que entendia como reborns, encontrei um belíssimo trabalho e decidi investir nesse conhecimento.
Abro um parágrafo para falar o que quero dizer com realismo. Sei que minhas bonecas de tecido não são nada realistas, julgando-as anatomicamente, assim como a coloração da pele e falta de pequenos detalhes. Vejo nelas um trabalho como o de manequins, pois elas são meus "cabides" para pendurar os elementos que julgo importantes, como o figurino, os cabelos, as feições do rosto, os acessórios, que contam as histórias de cada peça ou artigo de arte, assim eu as considero. E sinto uma falta de atenção e comprometimento por parte de pessoas que preocupam-se em vender bonecas e dar aulas, dizem ter bebês realistas, mas que fogem bastante do que sabemos ser real. Posso ter virado uma chata. Mas pela lógica, se eu quisesse comprar um bebê recém nascido com cílios postiços, tranças, dentes, sardas e uma aparência emborrachada, poderia comprar qualquer boneca de vinil comum, que encontramos em lojas de brinquedos, não é mesmo?

Pois bem, me encantei pelo trabalho da Silvia Brandão, que cria bebês encantadoramente realistas e ministra cursos em São Paulo. Ao ver o seu "curriculum" tive certeza que seria com ela que eu teria minha primeira aula de reborns! Seu trabalho é visto em novelas, seriados e campanhas publicitarias. Busca sempre os melhores profissionais para aprimorar seu conhecimento. Ao conhecê-la pessoalmente, pude ver e sentir que suas palavras eram realmente o reflexo de grande amor e dedicação ao que faz.
Um dia inteiro de aula foi pouco para o tanto a ser explorado. Posso até dizer que foi uma aula relâmpago, para raciocinar os passos e materiais a serem utilizados, a forma de manipular cada produto, os macetes e cuidados em cada etapa da confecção de um boneco. Confesso que preparei umas vinte e poucas perguntas no meu caderninho, mas que nem foram necessárias, com a clareza de nossa aula!
Minha boneca feita em aula chama-se Polaca. Ganhou esse nome devido aos cabelos claríssimos que a Silvia reservou para a aula. Eu queria muito fazer uma bebê ruiva, mas para um primeiro contato com enraizamento de fios, era melhor utilizar uma cor clara, e com razão!
A pintura da boneca foi feita a quatro mãos, observava a Silvia e depois repetia o procedimento. A cabecinha e os cílios (quase inexistentes) foram enraizados por mim, boa parte da pintura do rosto feita pela Silvia, não quis perder nenhum gesto para entender bem como fazer.
Escolhi a cor dos olhos dentro das opções que tinha. Para um primeiro contato com essa técnica, utiliza-se olhos de plástico mais baratos, com cores não muito realistas, o que não modifica em nada o aprendizado, para poder errar sem medo!
Sei que daqui pra frente, os bonecos que farei terão as minhas escolhas, principalmente na pintura. O que muitas pessoas não compreendem ainda, é que essa técnica é mágica, por possibilitar a criação do que queremos dar vida, entendendo bem os princípios básicos da pintura reborn.
Agradeço demais a Silvia Brandão, por ter me recebido em seu atelier de realizações e ter dividido comigo o seu conhecimento. E ao Jeronimo, que acompanhou de perto esse sonho que carreguei a tanto tempo, obrigada!

Cansada mas feliz, com minha professora, Silvia Brandão: https://www.facebook.com/RebornSilviaBrandao?fref=pb&hc_location=profile_browser

Aqui, alguns registros da roupinha e acessórios que criei para a pequena Polaca, em breve mostrarei um ensaio detalhado, com imagens mais nítidas do  bebê!

Tirando molde a partir de uma roupinha de boneca comum.

Costura manual do acabamento em veludo.

Esse veludo estampado, era de um vestido que eu guardava por cerca de uns quinze anos e nunca usei, mas sempre tive um amor por ele, sabia que o dia que eu o utilizasse, seria para uma ocasião especial.




Manga com fuxicos, uma marca registrada das minhas criações!

Fraldinha feita a partir de uma camiseta (pernas feitas com mangas e cós feito com a gola).
Já descobri algumas maravilhas de customização de camisetas, com certeza testarei tudo que puder em minhas filhas renascidas. E o melhor, são roupas que bebês reais também podem usar!





Aviso que não mudarei de ramo (risos)! Continuarei com minhas bonecas de tecido, atendendo as encomendas e criando ainda mais. Porém agora, partirei para uma longa série de testes e adaptações em minhas bonecas, assim que puder, terei prazer em compartilhar minhas invenções.

Abraços, até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário