Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

Oi, meu nome é Daniela Karg, bem vindos ao meu blog!

Reunindo minhas linguagens, que transitam pela moda, maquiagem, teatro, fotografia, dança e artes visuais, criei a Alma de Boneca!

Confecciono bonecas, acessórios e fantasias exclusivas, combinando minhas técnicas e elementos vindos de histórias (contadas por quem as encomenda e minha imaginação).

Conheça meu trabalho e fique à vontade, entre contos, sonhos e poesias que costuro em minha ALMA!

APRECIADORES

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Pintando sonhos

Compartilho mais uma parceria entre tantas que já fiz para o blog Sonho no Sonho.
Mas dessa vez, além de fotografar, eu produzi a maquiagem e esse é mais um pequeno grande sonho que eu realizei. Já estava com saudade de "botar a mão na tinta" e brincar com essa atividade, que eu adoro!

Monstro


"Quem já não se perguntou
Sou um monstro
Ou isso é uma pessoa?"

Clarisse Linspector

Eles dizem:
"Veste a tua máscara
Esconde a tua presa
Sufoque toda a estranheza
O banquete começou!"

Mas eu digo:

Predadores banguelas
Lambedores de carcaças
A minha fome é maior
A minha fome é sagrada!

Predadores tagarelas
Parasitas da palavra
O meu grito é fogo no pavio
O meu amor é uma ameaça

Então venha

Rasgue o teu convite
Mastigue o teu contrato
Liberte a tua liberdade
A farsa terminou!

Jeronimo Sanz


Essa maquiagem lembrou muito a que eu criei para uma performance intitulada Marés: http://aurora-auroradaminhavida.blogspot.com.br/2010/10/performance-de-mares-no-youtube.html
Mesmo com outras referências de imagens e liberdade para fazer tudo a mão livre (como costumo criar) acredito que o resultado lembrou muito os traços e cores do "Marés", por já ter em mente a poesia do Jeronimo e saber de toda a carga emocional que o texto exprime.
Percebi que os sentimentos que queria transmitir com a performance, que me fazia sofrer dolorosamente, foram a chave para, sem querer querendo, retomar os traços que também me fizeram, de certa forma, um monstro.
Em breve continuarei esse texto, com mais histórias sobre pinturas na pele!

Abraços, até o próximo post!


Nenhum comentário:

Postar um comentário