Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

Oi, meu nome é Daniela Karg, bem vindos ao meu blog!

Reunindo minhas linguagens, que transitam pela moda, maquiagem, teatro, fotografia, dança e artes visuais, criei a Alma de Boneca!

Confecciono bonecas, acessórios e fantasias exclusivas, combinando minhas técnicas e elementos vindos de histórias (contadas por quem as encomenda e minha imaginação).

Conheça meu trabalho e fique à vontade, entre contos, sonhos e poesias que costuro em minha ALMA!

APRECIADORES

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Santa Terezinha do Manto Azul

É sempre uma felicidade poder fazer trabalhos carregados de significado. E este, especialmente, significa muito pra mim.
No início do ano conhecemos a artista Stela Kehde, em sua exposição itinerante de santos devocionais, "O Barro com Fé", na Pinacoteca de Santos. Foi um encantamento à primeira vista. Stela tem uma trajetória belíssima como artista. É química e trabalhou com pesquisa nuclear, mas depois de alguns anos voltou-se para sua formação em Artes e se apaixonou pela cerâmica, dedicando-se aos santos, repletos de histórias e significados. A cada trabalho que ela nos mostrava, mais eu me identificava, de alguma forma, com esse universo da modelagem, das memórias e imagens. Os santos de mão, em particular, me fascinaram, por serem feitos com o formato de uma mão fechada, próprios a quem deseja orar enquanto segura seu objeto de fé.
Trocamos ideias e de um segundo encontro, surgiu a encomenda para uma versão em tecido de sua Santa Terezinha do Manto Azul. Um desafio, criar um rosto para uma imagem tão especial.




Imagem do Museu de Arte Sacra de Santos, durante a montagem de sua segunda exposição na cidade.


Imagens do dia da abertura da exposição.



Entrega da pequena santa Terezinha.
Neste dia, Je e eu voltamos ao museu e participamos de uma oficina de cerâmica desenvolvida durante todas as semanas de exposição. Faz parte de um projeto lindo que a Stela propõem, de levarmos para o barro, o significado de nossa fé. Essas peças vão para um tijolo, (que também é base para suas séries de santos devocionais) com vidro reciclado.
Todas as obras farão parte de uma exposição que contará as mais belas e diversificadas demonstrações do barro, com fé!


Algumas peças feitas durante as oficinas.



Aqui, nossas pequenas/grandes tentativas de demonstrar nossa fé:
Difícil falar por ele, mas a imagem do Je, representa o mistério e o sonho que o motiva a seguir no barco da vida. E muito me lembrou uma certa lady!

O meu, mesmo que sem pretensões, acabou tornando-se uma imagem feminina pra variar, com duas tentativas de materializar o que minhas mãos seguram, e é isso que me dá fé na vida, aquilo que se encontra em minhas mãos. No final lembraram asas, ou nuvens...

A querida santinha registrada pela Stela, com suas mais novas companheiras!

E aqui, algumas imagens do processo de criação da Santa Terezinha:






Imagens de Rafael, que é sempre meu mestre de referências!


Algumas imagens de pequisa, da pequena Tereza:



Imagens dela em uma encenação de Joana D'Arc.


A "santa face" no leito de morte de Terezinha do Menino Jesus, tão doce que parecia dormir.

 E foi essa doçura de sono que me acompanhou durante os anos de estudo em Porto Alegre, próxima à Capela da Escola Pão dos Pobres. Sempre que podia, ia visitá-la, um lugar de muita paz, que parecia me acolher, num tempo de tantas dores. Não sou católica, mas foi nessa época que meu amor por imagens de santas, anjos e toda a arquitetura de objetos sagrados, foram sagrados pra mim. Ficava todo o tempo que podia na sala das velas, vendo todas aquelas chamas coloridas queimarem lentamente, formando curiosas imagens de cera derretida, que eu segurava como as pequenas esculturas que eram. Algumas vezes formavam anjos, outras vezes luas e seres de cera coloridos.


Em 2014 tive notícias que me arrasaram, como se meu coração queimasse junto das minhas memórias. Mas já soube que a capela está linda com a reforma. E claro, sempre fica a curiosidade em saber como está a minha Bela Adormecida das Rosas! Procurei em meus arquivos, mas não encontrei meu vídeo e imagens que fiz na minha última visita, meu tchau à menina das rosas...
  
Mas depois de todo esse momento histórico, vamos às imagens da Terezinha do Manto Azul, com edições belíssimas do Jeronimo Sanz!
















Vídeo com um embalo de infância.
Abraços, até o próximo post!




3 comentários: