Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

APRECIADORES

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O Azul Violento

Essa semana, através do meu irmão, conheci o blog do Guilherme Noronha, aqui do Rio Grande do Sul. 

Adorei seus textos, acompanhados por imagens igualmente poéticas! Não pude deixar de pedir para divulgá-lo, especialmente essas postagens, que me emocionaram muito!

É como eu disse ao Guilherme e sempre repito, ninguém imagina o quanto fico feliz quando escolhem uma imagem nossa para compor um poema! O que torna ainda mais verdadeiro o nosso trabalho, percebo que sempre vale a pena multiplicar olhares!

Obrigada Guilherme, por dividir a bela violência desse azul!

Abraços, até o próximo post! Textos do blog O azul Violento: http://oazulviolento.blogspot.com/

tocar

fonte

Um poema
para conciliar qualquer movimento à leste,
dez mil linhas ou um par de distâncias:

Algumas coisas não foram feitas para tocar o chão.


(Para Pedro, sonhador)

sentido tarde

(fonte: Pedro Karg)
Por alguma obediência às cores,
nunca fiz um verso em desencanto.
As lágrimas me levantam
por uma igual eterna disciplina de cores
ou um encanto em tempo.
Precisei de um poema tarde demais
para algum sentido dentro de mim.

2 comentários:

  1. Arte é uma raiz do amor que se deve fazer de mão dada. Sempre.

    Obrigado por tudo!
    Abração! <3

    ResponderExcluir
  2. Nós é que agradecemos, sempre!!!! Abração! \\\o///

    ResponderExcluir