Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

Oi, meu nome é Daniela Karg, bem vindos ao meu blog!

Reunindo minhas linguagens, que transitam pela moda, maquiagem, teatro, fotografia, dança e artes visuais, criei a Alma de Boneca!

Confecciono bonecas, acessórios e fantasias exclusivas, combinando minhas técnicas e elementos vindos de histórias (contadas por quem as encomenda e minha imaginação).

Conheça meu trabalho e fique à vontade, entre contos, sonhos e poesias que costuro em minha ALMA!

APRECIADORES

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Comunidade Wanderlust- Pablo Neruda/William Shakespeare/Henry Thoreau

Um pouco de Pablo Neruda e William Shakespeare, pela seleção de poemas da Gisela Britto, na comunidade Wanderlust: http://www.facebook.com/Wanderlust.Community
Lindo Gisela, amo tuas surpresas literárias!
Abraços, até o próximo post!

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Talvez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.

[Pablo Neruda]

Modelo: Daniela Karg



Quando me tratas mal e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém,
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, ainda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
De ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício,
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas, duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas eu suporto.

[William Shakespeare, Soneto LXXXVIII]




 São necessárias duas pessoas para falar a verdade,
uma para falar, e outra para ouvir...

[Henry Thoreau]

Nenhum comentário:

Postar um comentário