Quem sou eu

Minha foto
Artista visual, arteira desde sempre. Amo moda, fotografia, desenho, teatro, dança. E mais tantas outras coisas, mas...Acima de tudo, amo a liberdade de ser eu mesma!!!!!

Oi, meu nome é Daniela Karg, bem vindos ao meu blog!

Reunindo minhas linguagens, que transitam pela moda, maquiagem, teatro, fotografia, dança e artes visuais, criei a Alma de Boneca!

Confecciono bonecas, acessórios e fantasias exclusivas, combinando minhas técnicas e elementos vindos de histórias (contadas por quem as encomenda e minha imaginação).

Conheça meu trabalho e fique à vontade, entre contos, sonhos e poesias que costuro em minha ALMA!

APRECIADORES

sábado, 27 de novembro de 2010

Acabou...aguardem as próximas exposições!!!!

Exposição Olhares sobre a Água atrai crianças e adultos


Para quem está chegando de viagem, espera um parente ou amigo ou aguarda uma conexão mais demorada dar uma paradinha para olhar uma exposição de arte no aroporto pode se revelar um bom programa. Esta tem sido a impressão dos que já visitaram a Exposição Olhares sobre a Água que fica no saguão de desembarque do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS) até o dia 27 de novembro próximo.

No último sábado (20-11) o grupo Vertentes - composto por 12 integrantes que se reuniram para trabalhar na área das artes visuais com visão ambiental - recebeu amigos e convidados no local e promoveu a distribuição de marcadores de livro com mensagens ambientais. Daniela Karg, uma das componentes do Grupo estava com uma vestimenta simbolizando as águas e a poluição e surpreendeu os frequentadores do aeroporto ao entregar os marcadores retirando-os de uma concha que carregou durante seu passeio pelos três andares do aeroporto.

Muitos dos visitantes comentaram sobre a variedade de linguagens utilizadas para expressar a preocupação ambiental e o aproveitamento dados a materiais presentes na natureza, como as garrafas PET com mensagens sobre os usos da água, os guarda-chuvas cobertos de copinhos plásticos e canudinhos. E até mesmo bombonas plásticas serviram de suporte para informar sobre os cuidados que a própria Infraero tem com a água nos seus aeroportos.

Uma conversa com os frequentadores permite avaliar que já existe na população em geral alguma preocupação com a questão ambiental e principalmente com o que se relaciona à água. No geral a maioria, mesmo as crianças que são atraídas inicialmente pelo colorido das peças, já ouvi ou leu alguma coisa sobre os problemas da água e concorda que é preciso haver atenção a este aspecto. São comuns os comentários das mães explicando para os filhos que tem que ter cuidado com o uso da água, evitar o desperdício e não jogar lixo nos rios.

Mensagens
Os organizadores da exposição Olhares sobre a Água avaliam que as mensagens das obras devem ser reforçadas por textos educativos. Por isso foram elaborados marcadores de livros que são distribuídos aos frequentadores. Eles trazem fotos das obras e mensagens variadas.

Além do convite para uma visita às obras expostas procuram informar sobre a água. Foram selecionados cinco diferentes textos reproduzido a seguir:

1. "Hoje a atividade pesqueira no Brasil produz 1 milhão de toneladas/ano, emprega 3,5 milhões de pessoas e contribui com R$ 5 bilhões para o PIB. Mas 238 espécies estão sob ameaça de extinção pois seus habitats estão desaparecendo, especialmente nas zonas litorâneas".

2. " Proteger as margens dos rios e evitar o lançamento de esgotos sem tratamento são medidas eficazes para manter todos os usos da água. Especialmente a balneabilidade".

3. "Tratar os resíduos da agricultura é tão importante como preservar os mananciais. Prefira os produtos dos fabricantes e produtores que se preocupam com a questão ambiental".

4. "A água é a seiva do planeta. Ela é condição essencial de vida de todos: vegetal, animal e do ser humano. O uso indevido do solo, o desmatamento, o esgotamento dos campos e dos recursos hídricos e o manjejo inadequado na agropecuária são fatores que agravam o problema da desertificação (perda da capacidade produtiva dos ecossistemas).

5."Cerca de 97% da água doce da terra está em fontes subterrâneas. Seus uso incluem o abastecimento humano e de animais, o termalismo e a extração para fins industriais. Vazamentos de postos de gasolina e de resíduos de lixões´podem comprometer essas fontes para sempre".


Geração atenta
Embora sem entender bem as mensagens são muitos os pequeninos que percorrem atentamente a exposição e percebem que a água está presente em todas as atividades humanas.

Os mais crescidinhos comentam que o tema já foi abordado em sua escola e que estão procurando observar as orientações para usar racionalmente a água.

Como Ana Carolina, de 10 anos, que disse que não sabia o que era uma exposição de arte e gostou muito do que viu. Ela informou que é patrulheira ambiental na escola onde estuda e que já fez muitas atividades a favor do meio ambiente com seus coleguinhas. Prometeu que vai fazer um convite à professora e amigos para que visitem a exposição e aprendam um pouco mais sobre o meio ambiente e a água.

Texto extraído do site: http://www.aguaonline.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário